O presidente da Fenafisco e do Sindifisco Pará, Charles Alcântara, teve sua opinião sobre a Reforma Administrativa proposta pelo Governo Federal em destaque no portal de notícias O Liberal. Intitulado "Portas abertas para o peculato", o artigo critica a Porposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 32/2020, ao ressaltar que, se aprovada, a PEC deve favorecer o peculato.

“Assim, prefiro chamar a PEC 32/2020 de PECulato 32, justamente porque, ao fragilizar o concurso público como meio de ingresso e acabar com a estabilidade como regra geral, a PEC em questão transforma o serviço público em cabide de empregos de cabos eleitorais de políticos fisiológicos e escancara as portas do serviço público para a prática disseminada do peculato (e outros crimes contra a Administração Pública) por meio da contratação de assessores - reais ou fantasmas - como expediente de captura criminosa de recursos financeiros para financiamento eleitoral ou mero enriquecimento ilícito de detentores de mandato eletivo", explica Alcântara na públicação.

Leia abaixo: