A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) estima que o número de pessoas que usarão seus terminais durante as festas de fim de ano será 41% menor que há um ano. A infraero administra 48 aeroportos em todo o país, incluindo Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, dois dos mais movimentados.

A estatal aeroportuária calcula que os 32 aeroportos com voos comerciais regulares que estão sob sua responsabilidade receberão 1,91 milhão de passageiros até o próximo dia 4 de janeiro.

Em 2019, durante as festas de fim de ano, 3,27 milhões de usuários passaram pelos aeroportos administrados pela Infraero – cerca de 30% da movimentação de passageiros no país.

A previsão é que, no mesmo período, ocorram 16,4 mil pousos e decolagens – 40% a menos que o registrado nas festas entre 2019 e 2020.

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), nas últimas duas semanas de dezembro, a média diária de decolagens previstas para ocorrer em todos os aeroportos do país oscila entre 72% e 70% da média das semanas anteriores à confirmação da presença do novo coronavírus no Brasil, no fim de fevereiro.

Para tentar minimizar os riscos de contágio pelo novo coronavírus, a Infraero recomenda que os usuários procurem antecipar o check-in por meio dos canais digitais da empresa aérea, além de portarem cópia da passagem no celular, para não ser necessário manusear cartões de embarque impressos. (Agência Brasil)

Fonte: O Otimista