O presidente da Febrafite e diretor-executivo da AUDITECE, Juracy Soares, concedeu entrevista nesta quarta (10) à Agência Servidores, na qual aborda a Reforma da Previdência sob o prisma das alternativas viáveis.

O dirigente critica a proposição apresentada pela equipe econômica do governo federal. Para Soares, a proposta é perversa, pois acaba com o sistema de repartição e solidariedade, impondo um modelo de capitalização, sem garantir que, ao final de sua vida laboral, o trabalhador terá uma remuneração digna. Ele sustenta que o argumento de que o país irá “quebrar”, caso a reforma proposta pelo governo Jair Bolsonaro não seja aprovada, é uma falácia e defende a cobrança de imposto sobre lucros e dividendos como alternativa à reforma.

Assista à entrevista na AUDITECE TV.

 

 

 

Compartilhe:

  • Compartilhar