A AUDITECE – Associação dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Ceará, entidade que exclusiva e legitimamente representa os Auditores Fiscais da Receita Estadual do Ceará, vem a público repudiar a atitude isolacionista que a Administração da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará e o Governo do Estado do Ceará vêm adotando relativamente à entidade, em relação às demandas para reunião com o Governador do Estado.

Há quase um ano, a entidade vem solicitando uma reunião com o Governador do Estado com o objetivo de tratar de demandas relacionadas aos referidos servidores públicos, sem sucesso. Em contrapartida, as reuniões com uma outra entidade que representa parte de servidores fazendários são realizadas seguidamente, de forma exclusiva, em uma demonstração inequívoca de desprestígio para com os Auditores Fiscais da Receita Estadual.

Na data de hoje (1º/03/2019), a entidade foi novamente surpreendida com mais uma reunião com o Governador do Estado da qual participaram, além da Secretária da Fazenda, outra entidade que representa outras carreiras de servidores fazendários. Para a referida reunião, mais uma vez, a Auditece não foi convidada.

A atual secretária da Fazenda, em que pese adotar um discurso de união, tem suas palavras seguidamente contraditadas pelos seus próprios atos, demonstrando total desprezo pelos mais de 400 (quatrocentos) Auditores Fiscais da Receita Estadual, representados pela Auditece.

A Antidade, contudo, continuará adotando a postura de parceira da sociedade cearense, priorizando seus esforços na busca de soluções para uma gestão tributária responsável, transparente e ética, a fim de que os recursos entregues pelo cidadão sejam convertidos nos mais diversos investimentos e serviços públicos aos cearenses de todos os 184 municípios de nosso sofrido estado.

Lamentamos e repudiamos profundamente o descaso com o qual o Governo e a Secretaria da Fazenda adotam para com a única categoria profissional que detém competência plena para a gestão de tributos estaduais. Parece-nos um gesto na direção de enfraquecer as ações dessa categoria de servidores, que tem a missão de zelar para uma gestão da SEFAZ/CE.

Certos de que os gestores passam, mas que a instituição fica, continuaremos trabalhando com a firme convicção de que se nossos superiores hierárquicos não reconhecem nosso valor, pelo menos temos a certeza de que nossos esforços diuturnos são percebidos pelo povo do Ceará, ao utilizarem-se das estradas, hospitais, escolas e segurança pública, para citar apenas esses serviços essenciais suportados pelos principais tributos (ICMS, IPVA, e ITCD) geridos pelos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Ceará em benefício do Ceará e do Cearense.

Fortaleza (CE), 1º de março de 2019

 

A Diretoria Colegiada

Compartilhe:

  • Compartilhar